Biblioteca


A Interpretação Hoje

  • Teixeira, Marcus do Rio

Este artigo aborda as diferentes concepções da interpretação em Freud e Lacan. Este último afasta-se da interpretação hermenêutica dos pós-freudianos. A introdução do conceito de significante permite uma nova abordagem, que privilegia a vertente do equívoco e do non-sens. A escansão, a citação, o enigma e o silêncio constituem modos de interpretação.

O que é o centro do mundo para você?

  • Teixeira, Marcus do Rio

Godard, "o mais documental dos cineastas", retrata os anos 60 em toda sua dimensão política. Ao mesmo tempo, apresenta a sua leitura do que Lacan vai chamar de "a impossibilidade da relação sexual". Os personagens se dividem entre o amor e a revolução como duas formas de dar sentido à realidade.   

Os Paradigmas da Psicanálise

  • Gerbase, Jairo

Pode-se explicar a formação do sintoma e o ato psicanalítico a partir de cinco paradigmas: do paradigma um, o Complexo de Édipo, o gozo fálico [Jø]; do paradigma dois, a Impossibilidade da Relação Sexual, o gozo do Outro barrado, [JA]; do paradigma três, o gozo do sentido [JS] (jouissens); do paradigma quatro, o mais-de-gozar, o objeto [a] e, por fim, do paradigma cinco, o sintoma borromeano [S].

Palavras-chave

© Campo Psicanalítico - Todos os direitos reservados
carlosedu