Biblioteca


Os Paradigmas da Psicanálise

  • Gerbase, Jairo

Pode-se explicar a formação do sintoma e o ato psicanalítico a partir de cinco paradigmas: do paradigma um, o Complexo de Édipo, o gozo fálico [Jø]; do paradigma dois, a Impossibilidade da Relação Sexual, o gozo do Outro barrado, [JA]; do paradigma três, o gozo do sentido [JS] (jouissens); do paradigma quatro, o mais-de-gozar, o objeto [a] e, por fim, do paradigma cinco, o sintoma borromeano [S].

Palavras-chave

© Campo Psicanalítico - Todos os direitos reservados
carlosedu