Biblioteca


Corpos Senis

  • Motta, Véra

A vida se divide em três períodos: aquilo que foi, o que é e o que será. O que fazemos é breve, o que faremos, dúbio, o que fizemos, certo. (Sêneca, 2007:49)

Pesquisa: Metáfora e Metonímia na obra de Lacan

  • Motta, Véra

Pesquisa sobre Metáfora e Metonímia na obra de Jacques Lacan

Sintoma: Metáfora e Metonímia

  • Motta, Véra

O exame da metáfora e da metonímia em psicanálise aponta, invariavelmente, para a obra de Jacques Lacan, responsável por promover essas figuras ao estatuto de conceito psicanalítico, ultrapassando a mera categorização da retórica. Contudo, nosso olhar repousa, inicialmente, sobre os fundamentos dessa construção, a partir da obra não menos importante de Sigmund Freud, cuja tese, em especial perseguida na obra sobre os sonhos e os chistes, é que o simbolismo aí encontrado não lhes é peculiar, mas característico da representação inconsciente.

Palavras-chave

© Campo Psicanalítico - Todos os direitos reservados
carlosedu